AP Photo/Evgeniy Maloletka
AP Photo/Evgeniy Maloletka

Rebeldes reduzem violações a cessar-fogo, diz Ucrânia

As Forças Armadas da Ucrânia disseram que as violações dos rebeldes ao cessar-fogo no leste do país continuam, mas diminuíram nos últimos dias.

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2015 | 09h28

O porta-voz militar tenente coronel Anatoliy Stelmakh disse nesta quarta-feira que os rebeldes pró-Rússia atacaram duas vezes a vila de Popasna durante a noite e que tentavam tomar posições ucranianas na vila de Shyrokyne, perto da estratégica cidade portuária de Mariupol.

No total, 19 ataques de artilharia e com minas foram relatados, afirmou Stelmakh.

"Observamos uma redução nos ataques pelo segundo dia", disse o porta-voz. "Mas o último dia não chegou à implementação do cessar-fogo."

A Ucrânia afirma que não iniciará a retirada de seus armamentos pesados, como prevê o cessar-fogo assinado recentemente, até que a medida seja totalmente implementada e respeitada pelos rebeldes. Na terça-feira, os separatistas afirmaram ter iniciado as ações de retirada de armamento, mas não foi possível confirmar a informação de forma independente. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.