Rebeldes revelam valas com 300 reféns mortos

Guerrilheiros presos informaram ontem a localização de valas com os corpos de cerca de 300 reféns que foram assassinados. Os rebeldes, das Farc e do Exército de Libertação Nacional (ELN), deram as informações em troca de benefícios judiciais, disse Herbin Hoyos, que lançou uma iniciativa para esclarecer o paradeiro dos sequestrados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.