Ahmad Othman/Reuters
Ahmad Othman/Reuters

Rebeldes sírios anunciam participação em conferência de paz na Suíça

Em votação após reunião na Turquia, ida ao encontro obteve 58 dos 73 votos possíveis e foi aprovada por maioria simples

O Estado de S. Paulo - Texto atualizado às 16h45,

18 de janeiro de 2014 | 16h23

ISTAMBUL, TURQUIA - A Coalizão Nacional Síria (CNS), principal grupo de oposição sírio apoiado pelo Ocidente, anunciou neste sábado, 18, que o grupo decidiu participar de Genebra 2, encontro marcado para a próxima quarta-feira, na Suíça, que tentará encontrar uma saída negociada para o conflito sírio. A decisão foi tomada após encontro em Istambul, na Turquia, entre a coalizão e outras milícias rebeldes sírias.

A votação aconteceu após uma noite e um dia de intensos debates e foi resolvida com maioria simples, informou o grupo em comunicado emitido na cidade turca.

O "sim" foi aprovado com 58 votos, contra 14 opções pelo "não", duas abstenções e um voto em branco, afirma o comunicado da organização. A CNS estava sob enorme pressão de países ocidentais e árabes para participar das conversações de paz na cidade suíça de Montreux.

No entanto, muitos membros da coalizão, que luta para tirar o ditador Bashar Assad do poder, estavam hesitantes com a ideia de participar do evento. O governo da Síria já disse que comparecerá ao encontro.

De acordo com dados dos rebeldes, a guerra civil na Síria, que já dura quase três anos, deixou mais de 130 mil mortos. /AP, EFE e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.