Rebeldes sírios atacam vila cristã mantida pelo regime

Na manhã desta quarta-feira, rebeldes do grupo Jabhat al-Nusra, ligado à Al-Qaeda, lançou um ataque a uma vila controlada pelo regime Sírio e predominantemente cristã, localizada cerca de 60 quilômetros ao noroeste de Damasco, informaram fontes do governo sírio e do Observatório Sírio para os Direitos Humanos, localizado no Reino Unido.

AE, Agência Estado

04 Setembro 2013 | 17h12

O ataque começou com a explosão de um homem-bomba em um posto de controle do regime na entrada da vila de Maaloula, afirmou o Observatório, que recebe informações de uma rede de ativistas contra o regime.

A explosão foi seguida de disparos entre os rebeldes e as forças do regime. Os rebeldes chegaram a tomar o posto de controle e destruíram dois tanques, afirmou o Observatório. Ao menos oito soldados do regime foram mortos no combate, confirmou o grupo.

Uma freira, que preferiu não se identificar por temer represálias, contou que os rebeldes

atacaram a vila após tomar um hotel nas montanhas e usá-lo como quartel.

Mais conteúdo sobre:
Síriarebeldesataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.