Rebeldes sírios libertam 48 reféns iranianos

Rebeldes sírios libertaram 48 iranianos que eram mantidos cativos desde agosto, informou a emissora estatal de televisão nesta quarta-feira. O acordo, que foi coordenado por um grupo islâmico turco, também vai envolver a libertação de 2.130 mil pessoas mantidas pelo regime de Bashar Assad, informou a agência estatal turca Anatólia.

AE, Agência Estado

09 de janeiro de 2013 | 12h18

Segundo a agência France Presse, o grupo - do qual faz parte mulheres e crianças - chegou a um hotel de Damasco, onde participará de uma coletiva de imprensa. A troca ocorre dias depois de o presidente sírio Bashar Assad ter prometido intensificar o combate aos rebeldes, embora os confrontos tenham se espalhado pela capital, Damasco.

Os iranianos foram sequestrados nas proximidades da capital síria em agosto. Os rebeldes haviam ameaçado matá-los a menos que o regime sírio interrompesse as operações contra a oposição. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaIrãrefénstroca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.