Youssef Boudlal/Reuters
Youssef Boudlal/Reuters

Rebeldes sírios libertam libanês sequestrado em maio

Grupo que se identifica como 'Rebeldes Sírios em Alepo' reivindicou a autoria do sequestro

Agência Estado

25 de agosto de 2012 | 09h44

BEIRUTE - Rebeldes sírios libertaram neste sábado, 25, um dos 11 peregrinos xiitas libaneses sequestrados em maio. Com aparência saudável, o ex-refém, Hussein Ali Omar, falou em entrevista à rede de TV pan árabe Al-Jazeera e apelou a libaneses e árabes que apoiem o povo sírio na guerra civil contra o regime de Bashar Assad.

Veja também:

link ONU: Número de refugiados sírios supera 200.000

link Exército da Síria anuncia recaptura do centro de Alepo

Os peregrinos foram raptados em 22 de maio quando cruzavam a fronteira da Turquia com a Síria, a caminho do Líbano. Um grupo que se identifica como "Rebeldes Sírios em Alepo" reivindicou a autoria do sequestro e exigiu que o líder do movimento xiita libanês Hezbollah, o xeque Hassan Nasrallah, peça desculpas por recentes comentários a favor de Assad.

Nasrallah, aliado do regime sírio, disse recentemente que o sequestro não mudaria a postura do Hezbollah.

Com AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.