Rebeldes tâmeis morrem em combates no Sri Lanka

As mortes são decorrentes da ofensiva do Exército do Sri Lanka na região norte de Parappakandal

Efe

30 de dezembro de 2007 | 04h06

Pelo menos 33 rebeldes tâmeis morreram e 38 ficaram feridos em uma ofensiva do Exército do Sri Lanka na região norte de Parappakandal, dominada pela guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), afirmou neste domingo em comunicado o Ministério da Defesa cingalês. "As tropas avançaram em Parappakandal Oeste, nas áreas não liberadas de Mannar, e tomaram o controle total de um quilômetro quadrado de território", disse o porta-voz militar Udaya Nanayakkara. Segundo o porta-voz, seis soldados ficaram feridos na operação que ocorreu no sábado na região norte da ilha, base de operações da guerrilha tâmil. Os LTTE iniciaram uma luta armada nos anos 80 para reivindicar um Estado independente no norte e leste da ilha, onde a etnia tâmil é majoritária, e calcula-se que desde então entre 65 mil e 80 mil pessoas morreram por causa do conflito.

Tudo o que sabemos sobre:
Sri LankarebeldesLTTE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.