Rebeldes tutsi afirmam que irão a encontro de paz no Congo

Os rebeldes tutsi da RepúblicaDemocrática do Congo vão participar de uma conferência de pazque visa colocar um fim aos conflitos no leste do país, afirmouum comandante do grupo neste sábado. O encontro de paz e segurança deve começar no domingo epretende reunir autoridades, líderes locais e representantes defacções rivais. O governo prometeu suspender as ações militarescontra os rebeldes durante as negociações. "Fomos convidados e vamos mandar uma delegação", afirmouBwambale Kakolele, principal comandante militar dos tutsis. Apesar do fim da guerra no Congo, continua o conflito noleste na ex-colônia belga, rica em recursos minerais, forçandocentenas de milhares de civis a deixarem suas casas e causandoproblemas humanitários. O governo convocou a conferência de paz para a capital daprovíncia de Kivu do Norte, Goma, após uma desastrosa açãocontra os rebeldes no mês passado, que piorou ainda mais osproblemas no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.