Rebeldes xiitas do Iêmen concordam em se desarmar

Rebeldes xiitas no Iêmen, que invadiram grande parte da capital Sanaa, assinaram um acordo de segurança que estipula o desarmamento e a retirada de áreas que foram tomadas nos últimos meses.

AE, Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2014 | 13h37

Os rebeldes xiitas, conhecidos como Hawthis, assinaram o acordo no sábado, que é parte de um pacto mais amplo intermediado pela Organização das Nações Unidas (ONU). Seus rivais políticos, o partido Islah ligado à Irmandade Muçulmana, e outras partes também assinaram. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
iêmenviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.