Recifes artificiais vão proteger as praias de Cancún

As autoridades mexicanas vão criar recifes artificiais para proteger as praias de Cancún, noCaribe, e evitar que sejam devastadas por outro furacão como o Wilma, que atingiu o país em outubro, informaram fontes oficiais. O governador do Estado de Quintana Roo, Félix González, explicou que estão sendo estudadas várias opções para formar diques ao longoda costa. Estruturas de concreto que permitiriam que a areia se acumulasse nas áreas de praias, sem ser arrastada mar adentro. O estudo deve ficar pronto em duas semanas e os trabalhos começariam dentro de dois meses, disse o governador. A recuperação das praias de Cancún depois do furacão Wilma custou 217 milhões de pesos (US$ 19 milhões). Foram colocados 2,7 milhões de metroscúbicos de areia numa faixa de 11,6 quilômetros de extensão e 37 metros de largura ao longo da costa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.