Recomeçam protestos contra guerra na Nova Zelândia

Manifestantes antibélicos retomaram neste sábado seus protestos contra a guerra encabeçada pelos Estados Unidos contra o Iraque. Milhares de pessoas gritavam: "Paz agora", enquanto faziam passeata nas três maiores cidades da Nova Zelândia.Na capital, Wellington, cerca de 4.000 pessoas gritavam "Não à guerra" em umacaminhada do Parlamento até a embaixada dos Estados Unidos.Ao passar pela embaixada da Austrália, os manifestantes mandaram um recado para o primeiro-ministro deste país: "John Howard, você não pode se esconder, nós o acusamos de genocídio", gritavam.A Austrália apóia a guerra e tem unidades no Golfo Pérsico.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.