Reconstrução do Afeganistão deverá levar 10 anos

A reconstrução do Afeganistão como um Estado estável depois do atual conflito deverá levar uma década, informou hoje o governo britânico. "Na realidade, será difícil iniciar (a reconstrução) até que haja um ambiente seguro dentro do Afeganistão", afirma a chancelaria britânica em um documento que lista os objetivos da ofensiva militar liderada pelos Estados Unidos. "No entanto, um programa de emergência tem que começar mais cedo. O custo para reconstruir a Bósnia foi de US$ 5 bilhões e o Afeganistão tem quatro vezes a população da Bósnia. A reconstrução do Afeganistão poderá levar de cinco a 10 anos. Apenas um esforço internacional de desenvolvimento terá alguma chance de livrar o país da heroína e da dominação dos barões da guerra", informa a chancelaria. O documento diz que se a milícia do Taleban continuar negando a demanda dos EUA para a extradição de Osama bin Laden e seus associados, então será necessária a implementação de "mudanças suficientes na liderança para assegurar que as ligações entre o Afeganistão e o terrorismo sejam quebradas". Depois disso, a comunidade internacional deverá trabalhar para reintegrar o Afeganistão como um "membro responsável da comunidade internacional", afirma o documento. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.