Recontagem de votos no Afeganistão é retomada

A auditoria dos resultados da eleição presidencial do Afeganistão foi retomada neste domingo após um período de pausa por conta do feriado que marca o fim do mês sagrado para os muçulmanos, o Ramadã, informou uma autoridade eleitoral.

AE, Estadão Conteúdo

03 de agosto de 2014 | 21h17

A auditoria de mais de oito milhões de votos deve se estender ainda por semanas, atrasando ainda mais a posse do novo presidente do país, que irá substituir Hamid Karzai, que está no poder desde 2004.

Os resultados preliminares do pleito realizado em 14 de junho mostram o ex-ministro das Finanças Ashraf Ghani Ahmadzai bem à frente de seu concorrente, o ex-ministro das Relações Exteriores Abdullah Abdullah, mas ambos os lados alegam ter havido fraude.

"O processo de auditoria está em andamento e vamos trabalhar para finalizá-lo o mais rapidamente possível", disse o porta-voz da comissão eleitoral afegã, Noor Mohammad Noor, acrescentando que

observadores internacionais e locais estão acompanhando a recontagem, juntamente com jornalistas e representantes da equipe do candidato Ghani Ahmadzai. Os partidários de Abdullah se recusam a participar do processo.

Um alto funcionário do governo dos EUA disse que o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu aos candidatos na sexta-feira que expressem apoio ao processo eleitoral do país e a um acordo para formação de um governo de união. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.