Recruta Jessica não foi ferida por iraquianos, admitem EUA

A soldado americana Jessica Lynch, de 19 anos, não foi ferida por iraquianos. Ela ficou gravemente ferida quando o veículo militar em que viajava foi atingido por uma granada e colidiu, a 70 quilômetros por hora, com outro do mesmo comboio. Jessica também não combateu os soldados que a capturaram, segundo trechos de um relatório do Exército dos EUA publicados pelos diários The Washington Times e The Oregonian. O documento será divulgado amanhã pelos militares.Jessica integrava uma unidade técnica do Exército atacada em 23 de março. No incidente, morreram pelo menos três americanos. Semanas depois, forças especiais dos EUA tomaram o controle de um hospital iraquiano e levaram a soldado, que continua em tratamento nos EUA.O jornal The Washington Post publicou na época reportagem, citando fontes militares, destacando que ela havia combatido ferozmente, disparando até seu último cartucho, até cair, ferida a tiros e golpes de baioneta. Essa notícia fez com que Jessica recebesse tratamento de herói no país. O Post admitiu o erro em junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.