Recuperadas caixas-pretas de avião na Turquia

Em meio a destroços carbonizados, soldados turcos recuperaram as caixas-pretas de um avião de fabricação russa que ontem bateu numa montanha na Turquia, causando a morte de 75 pessoas, sendo 62 espanhóis das tropas de paz que voltavam do Afeganistão e 13 tripulantes. Enquanto isso, legistas turcos e espanhóis utilizavam etiquetas de identificação militar, alianças de casamento, roupas e registros da arcada dentária para identificar os corpos.Os soldados mortos retornavam para a Espanha depois de uma missão de quatro meses no Afeganistão quando a aeronave bateu numa montanha, em meio à densa neblina que cobria a região, próxima a um aeroporto, onde o aparelho deveria pousar, para uma escala de reabastecimento.Todas as pessoas a bordo do avião YAK-42D, de fabricação russa, morreram no acidente ocorrido em Trabzon, uma cidade portuária turca na costa do Mar Negro situada a mais de 700 quilômetros de Ancara. O ministro da Defesa da Espanha, Federico Trillo, visitou hoje o local do acidente e examinou cuidadosamente um chapéu de safári encontrado entre os destroços e que tinha gravado o nome de Antonio Novo, o comandante das forças de paz espanholas no Afeganistão.

Agencia Estado,

27 de maio de 2003 | 14h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.