Redução de tropas dos EUA é vitória do Islã, diz Zawahri

O vice-líder da Al-Qaeda, o egípcio Ayman al-Zawahri, afirmou num vídeo divulgado hoje pela tevê árabe Al-Jazira que recente sugestão dos EUA, de que pretendem reduzir o número de suas tropas no Iraque, era "uma vitória para o Islã". Usando um turbante branco e um robe cinza e sentado ao lado de um fuzil automático, ele enfatizava suas palavras apontando o dedo para a câmera. "Congratulo (a nação islâmica) pela vitória do Islã no Iraque", declarou. "Vocês se lembram que eu lhes disse há mais de um ano, que a retirada americana do Iraque era apenas uma questão de tempo", disse ele. "Bush foi forçado, no final do ano passado, a anunciar que retirará suas forças do Iraque, mas está dando desculpas, dizendo que as forças no Iraque atingiram um bom nível", afirmou.Em 22 de dezembro, o secretário de Defesa, Donald Rumsfeld, sugeriu que as tropas americanas em breve reduzirão sua força no Iraque abaixo de 138.000, dando a entender que já há uma decisão preliminar de cancelar o envio de duas brigadas do Exército. O presidente George W. Bush não ofereceu dados concretos sobre a retirada do Iraque, mas disse na quarta-feira que "possíveis ajustes" seriam discutidos com líderes iraquianos se houver progresso em questões de segurança e na política.Al-Zawahri declarou que as tropas americanas, "com seus aviões, mísseis, tanques e frotas lamentam e sangram, procuram uma saída do Iraque". "Você tem de admitir, Bush, que foi derrotado no Iraque, está sendo derrotado no Afeganistão e será derrotado na Palestina", disse o líder terrorista. O apresentador da Al-Jazira disse que o teipe é de dezembro, das não deu uma data específica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.