Reeleição de presidente causa onda de violência

O presidente do Quênia, Mwai Kibaki, foi reeleito ontem numa votação marcada por acusações de fraude, desencadeando uma onda de violência. Os distúrbios deixaram ao menos 15 mortos. "Sou o vencedor, e Kibaki sabe disso", afirmou o rival Raila Odinga em entrevista que não pôde ser televisionada porque o governo proibiu transmissões ao vivo por "segurança".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.