Reeleição deve ser votada dia 15

O chefe do Comando Estratégico Operacional das Forças Armadas venezuelanas, general Jesús González, disse ontem, em Caracas, que "o referendo (sobre a reforma da Constituição) será em 15 de fevereiro". A Assembleia Nacional aprovou ontem a convocação do referendo que daria ao presidente da república, governadores e prefeitos a possibilidade de reeleições indefinidas. A data mencionada por González havia sido sugerida pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e se antecipa à decisão que deve ser tomada a partir de hoje pelo Comitê Eleitoral Eleitoral (CNE), responsável pela convocação oficial da consulta que levará 17 milhões venezuelanos às urnas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.