Krishna Murari Kishan/Reuters
Krishna Murari Kishan/Reuters

Refeição que matou 23 crianças na Índia tinha pesticida

Polícia informou que amostras de óleo de cozinha e restos de comida estavam contaminadas com níveis 'muito tóxicos' de um pesticida agrícola

AE, Agência Estado

20 de julho de 2013 | 10h45

Amostras de óleo de cozinha e restos de comida da escola na Índia onde 23 crianças morreram após almoçar, na semana passada, estavam contaminadas com níveis "muito tóxicos" de um pesticida agrícola, informou a polícia. Ravindra Kumar, diretor-geral da polícia na cidade de Patna, afirmou neste sábado que testes forenses revelaram que as amostras continham o pesticida monocrotofós em níveis "muito tóxicos" para seres humanos.

O almoço foi servido para crianças na terça-feira, 16, na vila Gandamal, 80 quilômetros ao norte de Patna, capital do Estado de Bihar. Vinte e três crianças com idades de 5 a 12 anos morreram ao comer a refeição e muitas outras se sentiram mal. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Índiaenvenenamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.