Refém francês é liberado na Nigéria

Um francês mantido refém na Nigéria por 11 meses foi liberado, informou o gabinete da presidência da França, sem fornecer mais detalhes. O engenheiro Francis Collomp foi sequestrado na noite de 19 de dezembro de 2012, após 30 homens invadirem sua casa, no norte de Sahel. Outros sete cidadãos franceses permanecem em cativeiro na Síria, Mali e Nigéria.

Agência Estado

17 de novembro de 2013 | 11h33

Na quarta-feira, um padre francês foi sequestrado em Camarões, e o presidente francês, François Hollande, disse que provavelmente ele teria sido levado para a Nigéria. O grupo islâmico nigeriano Boko Haram assumiu a responsabilidade.

Na semana passada, os Estados Unidos descreveram Boko Haram e o grupo dissidente Ansaru, que disse ter pego Collomp, como organizações terroristas. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Françarefém

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.