Refém que escapou de iraquianos está na Alemanha

O americano Thomas Hamill, que fugiu depois de passar três semanas refém da resistência à ocupação americana no Iraque, chegou nesta segunda-feira à Alemanha para reencontrar a mulher e passar por tratamento num hospital, disse uma porta-voz.Hammill, um civil que trabalhava como caminhoneiro no Iraque, conseguiu forçar a porta da casa onde era mantido como prisioneiro no domingo, correu cerca de um quilômetro e encontrou um comboio militar americano nos arredores da cidade de Balad. O refém, de 43 anos de idade, sofreu um ferimento causado por arma de fogo. Depois de escapar do cativeiro, tirou a camisa e começou a agitá-la como se fosse uma bandeira, gritando em inglês. ?Ele gritava, sou americano, sou americano, sou um prisioneiro de guerra americano?, disse o tenente Joe Merrill, acrescentando que Hammill não denunciou tortura por parte de seus captores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.