Referendo da Venezuela terá auditoria por amostragem

As autoridades eleitorais venezuelanas concordaram em realizar uma auditoria por amostragem nos resultados do referendo vencido pelo presidente Hugo Chávez, numa tentativa de sepultar as alegações de fraude feitas pela oposição. A informação foi obtida pela Associated Press.O Conselho Eleitoral Nacional, juntamente com o Centro Carter e a OEA, auditarão os votos de 150 seções eleitorais, disse Nelson Rampersad, representante da oposição a Chávez o Conselho, e um funcionário da OEA que pediu para que seu nome não fosse divulgado. A auditoria comparará os resultados produzidos pelo voto eletrônico e os recibos impressos correspondentes a cada voto. A data da auditoria não foi definida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.