Reforçado policiamento em prédios americanos e israelenses

A Secretaria deSegurança Pública de São Paulo (SSP-SP) reforçou nesta terça-feira o policiamento nos organismos americanos e israelenses, públicos eprivados, em São Paulo.Isso ocorreu em razão da onda de ataques terroristas aos Estados Unidos. A assessoria da SSP-SP nãoinformou quantos homens foram mobilizados, mas garantiu que todos os prováveis alvos israelenses e americanos em São Pauloestão com a segurança reforçada.Além disso, a polícia solicita que a população evite, se possível, o acesso a esses locais."Infelizmente não há como prever se há algum maluco solto por aí", disse um assessor da secretaria.Citibank evacua sedeA assessoria de comunicação do Citibank informaque a instituição está solicitando que os funcionários deixem a sede da instituição em São Paulo devido aos atentados terroristasque aconteceram nos Estados Unidos e de repercussões ainda imprevisíveis.A administração do prédio onde funciona o Citibank no centro do Rio deJaneiro solicitou que todos os funcionários deixassem o local. No prédio funcionam também escritórios do Credicard e da Telemar.Funcionários deixam consulado em São PauloFuncionáriosdo Consulado Americano em São Paulo estão deixando o prédio nesta terça-feira em São Paulo, seguindo a orientação daEmbaixada em Brasília.A segurança do prédio está sendo reforçada com a Polícia Civil e a Polícia Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.