Reforma rende a Obama elogios de Fidel

Reforma rende a Obama elogios de Fidel

Um plano comunista. Um exemplo de socialismo puro. Uma afronta ao espírito americano de resolver os próprios problemas e não depender do Estado. As críticas de conservadores e republicanos ao novo sistema de saúde dos Estados Unidos darão menos dores de cabeça ao presidente Barack Obama do que um único elogio, feito pelo ex-presidente cubano Fidel Castro. "É um milagre", disse Fidel sobre a reforma, aprovada pelo Congresso na semana passada, que dará assistência a 32 milhões de americanos. Impressionado com o fato de os americanos terem levado mais de 200 anos para alcançar esse patamar, Fidel foi além nos cumprimentos. "Esta vitória vai ajudar Obama na batalha contra os lobistas e os mercenários." Os elogios foram feitos em um artigo publicado na quarta-feira no site oficial Cubadebate e divulgados no dia seguinte pela imprensa estatal. Com a admiração de Fidel, entretanto, a oposição republicana ganhou uma munição inesperada para atacar o presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.