Refugiado que ia para Grã-Bretanha morre eletrocutado

Um imigrante sem documentos que tentava ingressar ilegalmente na Grã-Bretanha morreu eletrocutado neste sábado, escondido na parte superior de um trem de carga que se dirigia para o túnel do Canal da Mancha, informou um operador do serviço ferroviário francês. Várias dezenas de refugiados tentaram tomar o trem, mas foram descobertos, de acordo com o funcionário francês. A vítima, um homem de cerca de 20 anos, escapou da inspeção feita pelos serviços de segurança e permaneceu a bordo. Faleceu eletrocutado quando o trem passou sob os cabos de eletricidade perto de Frethun, no norte da França. As autoridades ainda desconhecem a identidade e nacionalidade da vítima, mas sabem que ela esteve num centro da Cruz Vermelha no norte do país, que se transformou num ponto de encontro para afegãos, turcos e outros estrangeiros que desejam entrar ilegalmente na Grã-Bretanha.

Agencia Estado,

19 Janeiro 2002 | 18h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.