Regime comunista vence eleições no Laos

O regime comunista do Laos obteve 113 das 115 cadeiras do Parlamento unicameral no pleito legislativo realizado em 30 de abril sob um sistema político de partido único, informou nesta quarta-feira a imprensa local.Concorreram às eleições 175 candidatos, dos quais apenas dois não eram membros do Partido Revolucionário Popular do Laos, informou o vice-presidente interino da Assembléia Nacional (Parlamento), Viseth Svengsuksa, antes da votação.Segundo a legislação do Laos, não é preciso ser membro de um partido oficial para que uma pessoa possa candidatar-se em alguma das 17 circunscrições eleitorais do país. No entanto, os eleitos devem prometer lealdade à formação política que rege o Laos desde a vitória comunista, em 1975.Uma das primeiras medidas do novo Legislativo será aprovar a nomeação de Choummali Saignasone como novo presidente da nação, em substituição de Khamthai Siphadon, de 82 anos.Os parlamentares também devem aprovar a substituição do atual primeiro-ministro, Boungnang Vorachit, por seu vice-primeiro-ministro e membro do Politburo, Bousane Bouphavanh.O Laos, com uma população de cerca de 6 milhões de pessoas, é considerado um dos países mais pobres de Ásia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.