Regime sírio mata mais 64 em Homs e Idlib, diz oposição

A oposição síria acusou ontem a ditadura de Bashar Assad de ter matado 68 pessoas em uma ofensiva militar contra dissidentes armados em todo o país. Segundo o Comitê de Coordenação Local, 31 delas foram mortas em Homs, 33 na Província de Idlib e as demais vítimas em outras partes do país. Ainda ontem, o Departamento de Estado americano informou que estuda adotar "medidas adicionais" para tentar conter a violência na Síria. / REUTERS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.