Registros do serviço militar de Bush foram destruídos

Documentos que poderiam trazer mais informações sobre os locais onde o atual presidente dos Estados Unidos serviu durante sua passagem pela Guarda Nacional foram destruídos "sem querer", informou o Pentágono. Em uma carta em resposta a um processo judicial movido pela Associated Press, o Departamento de Defesa dos EUA informou que o microfilme que continha os dados foi destruído por engano e não pode mais ser resgatado. O material inutilizado inclui informações sobre soldos recebidos por Bush no primeiro trimestre de 1969 e no terceiro trimestre de 1972. "Os registros de salários do presidente Bush nesses dois trimestres estão entre os dados destruídos", escreveu C. Y. Talbott, da divisão de Liberdade de Informação e Exame de Segurança do Pentágono. "As buscas pelas cópias dos registros desaparecidos não tiveram êxito."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.