Rei Abdullah II visita Abbas na Cisjordânia

O rei da Jordânia, Abdullah II, fez uma rara visita à Cisjordânia nesta segunda-feira para manifestar apoio político ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, que no momento está engajado en negociações para a divisão do poder com o movimento Hamas. A visita do rei à Cisjordânia foi a terceira em 12 anos.

AE, Agência Estado

21 de novembro de 2011 | 15h58

Abbas terá reuniões no Cairo, mais tarde nesta semana, com seu ex-rival Khaled Meshal, líder do Hamas no exílio. Após as reuniões no Cairo, Meshal fará uma visita à Jordânia, de onde o Hamas foi expulso há mais de uma década.

A reaproximação do Hamas com Abbas e com Abdullah II ocorre em um momento em que outros movimentos islâmicos, novos e antigos, ganham força na região após as revoluções da Primavera Árabe. A Irmandade Muçulmana saiu da clandestinidade no Egito e é uma das favoritas para vencer as eleições parlamentares de 28 de novembro. O movimento também ganha força na Jordânia, onde pressiona Abdullah II a democratizar o reino e dividir o poder.

Expulso em 1999 da Jordânia, Meshal vive atualmente no exílio em Damasco. Ele só pôde voltar à Jordânia duas vezes nos últimos dez anos, para visitar seus pais doentes. O novo primeiro-ministro da Jordânia, Awn al-Khasawneh, disse recentemente que expulsar Meshal, que possui passaporte jordaniano, foi um "erro constitucional e legal que precisa ser corrigido".

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.