Azzouz Boukallouch/AP/Divulgação
Azzouz Boukallouch/AP/Divulgação

Rei do Marrocos apresenta projeto de reforma política

Após anúncio, população saiu às ruas para comemorar mudanças; rei segue como autoridade religiosa

AE, Agência Estado

17 de junho de 2011 | 20h29

RABAT - O rei Mohammed VI do Marrocos apresentou durante um discurso proferido na noite desta sexta-feira, 17, um pacote de reformas constitucionais destinado, segundo ele, a transformar o país do norte da África em uma monarquia constitucional.

 

Apesar das mudanças, o monarca manterá o posto de comandante supremo do exército e um novo artigo formaliza sua condição de máxima autoridade religiosa do Marrocos.

 

O discurso proferido hoje resultou de um processo de revisão constitucional iniciado há três meses por ordem do rei depois de, em fevereiro, terem eclodido protestos exigindo reformas em meio à onda de levantes em países árabes e muçulmanos que já culminaram na queda de ditaduras na Tunísia e no Egito, em guerra na Líbia e distúrbios em países como Síria, Iêmen e Bahrein.

 

População comemora anúncio de reformas nas ruas de Casablanca, nesta sexta

 

Logo depois do discurso, pessoas saíram às ruas empunhando bandeiras do Marrocos, motoristas realizaram buzinaços e jovens andaram pelas avenidas celebrando ruidosamente.

Tudo o que sabemos sobre:
Marrocosreformapolíticaprojeto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.