Reiniciadas operações de resgate nas Filipinas

As operações de salvamento na aldeia de São Bernardo, no sudeste das Filipinas, foram retomadas nas primeiras horas deste domingo, voltadas principalmente no resgate de 246 alunos e sete professores, que seguem sepultados numa escola do bairro de Guinsaugon.O Conselho Coordenador de Desastres Naturais (NDCC, na sigla em inglês), retificou ontem à noite o número de pessoas que permaneciam presas nesse colégio, que no início imaginava-se que eram 206 estudantes e 40 professores.Passadas quase 48 horas desde que um desmoronamento de terras se abateu sobre São Bernardo, afetando dez bairros, a esperança de achar mais sobreviventes no sul da ilha de Leyte está diminuindo. Há 2.318 filipinos abrigados em três centros de evacuação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.