Reino Unido: Clérigo vence recurso contra deportação

O clérigo islâmico Abu Qatada venceu o recurso contra a sua deportação do Reino Unido para a Jordânia, onde deve enfrentar acusações de terrorismo. A decisão representa um revés para o governo britânico, que há anos tenta fazer com que Qatada seja expulso do país.

AE, Agência Estado

12 de novembro de 2012 | 11h54

A Comissão Especial de Recursos para Casos de Imigração impediu a deportação alegando que não estava convencida, pelas garantias do governo britânico, de que Abu Qatada não seria torturado para obtenção de evidências que levassem a sua condenação na Jordânia. Ao mesmo tempo, as Autoridades do Ministério do Interior disseram que discordam veementemente da decisão e planejam recorrer a uma instância superior da justiça britânica.

O clérigo radical jordaniano, nascido na Palestina, foi condenado à revelia por planejar ataques com explosivos e enfrentará um novo julgamento se for extraditado.

O Reino Unido assinou um acordo com a Jordânia que garante que Abu Qatada não vai enfrentar maus-tratos. No entanto, os advogados do clérigo convenceram os juízes de que acordo não oferece proteção suficiente.

Abu Qatada, que tem sido descrito nos tribunais britânicos como um antigo integrante da Al-Qaeda na Europa de laços estreitos com o falecido Osama bin Laden, tem lutado contra tentativas extradição do Reino Unido desde 2001. Ele está atualmente na cadeia. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.