Reino Unido cogitou invadir Terra do Fogo em 1982

O governo de Margaret Thatcher pensou em invadir a Terra do Fogo durante a guerra pelas Ilhas Malvinas, mas a idéia "não avançou e não chegou a ser discutida com o Chile", afirmou Lawrence Freedman, subdiretor de estudos do departamento de guerra do King´s College de Londres.Em declarações ao jornal chileno La Tercera, o historiador britânico, que escreveu o relato oficial da Inglaterra sobre o conflito de 1982, disse que o governo de Thatcher "estava preocupado que Pinochet invadisse a Argentina" em caso de derrota do país sul-americano na guerra com o Reino Unido."A possibilidade de que o Chile decidisse ganhar vantagem sobre a fraca posição da Argentina depois da guerra era uma preocupação do governo inglês, que não queria aparecer associado a um ato desse tipo", disse.Sobre a possibilidade de se invadir a Terra do Fogo, o historiador afirmou que "não existia uma possibilidade sedutora de ação militar direta que dependia da cooperação com o Chile"."Terra do Fogo, uma ilha no extremo sul da Argentina, estava dividida em duas províncias, oeste chileno e leste argentino. A província produzia 24 mil barris de petróleo ao dia e, se tomada, seria uma bofetada no orgulho argentino", relatou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.