Reino Unido, França e Canadá celebram batalha da 1ª Guerra

A rainha da Inglaterra, Elizabeth II, e os primeiros-ministros do Canadá, Stephen Harper, e da França, Dominique de Villepin, comemoraram nesta segunda-feira, 9, o 90º aniversário da reconquista de Vimy.Para historiadores, a reconquista do território no norte da França por tropas canadenses na Primeira Guerra Mundial marca o nascimento do Canadá moderno.A vitória permitiu ao Canadá, "que tanto merecia", ocupar seu lugar no cenário internacional como "uma nação soberana, forte e livre", afirmou Elizabeth II.Agradecendo em inglês, o primeiro-ministro francês prestou homenagem aos 35 mil soldados canadenses que participaram do conflito no dia 9 de abril de 1917, dos quais 3,6 mil perderam a vida sob o fogo das tropas alemãs que ocupavam o local. Villepin recordou que 66 mil soldados canadenses deram sua vida na Primeira Guerra Mundial "em solidariedade com o Reino Unido e com a França".Harper afirmou que, apesar da distância geográfica, "nenhum lugar como Vimy nos faz sentir tanto a presença do Canadá".Elizabeth II, acompanhada de seu marido, Phillip de Edimburgo, esteve à frente de uma homenagem no Memorial de Vimy, onde estão inscritos os nomes dos soldados canadenses que não foram sepultados após a batalha. O monumento, inaugurado em 1936, foi recentemente reformado pelo governo canadense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.