Reino Unido pode chegar a 100 mil presidiários em 2010

A Grã-Bretanha pode chegar a ter 100 mil pessoas em suas prisões no fim desta década se o Governo não tomar medidas urgentes, segundo o ex-diretor de prisões Martin Narey.Os últimos números mostram que há atualmente 80.316 presos só na Inglaterra e no País de Gales, portanto sem contar Escócia e Irlanda do Norte. "Não me surpreenderia se chegássemos a 100 mil em 2010", disse Narey em declarações ao jornal "The Guardian".Segundo Narey, o Reino Unido se aproxima de modo preocupante a índices de população carcerária semelhantes aos dos Estados Unidos. Para ele, milhares de prisioneiros são, na realidade, doentes mentais.Segundo o jornal, o ex-ministro do Interior, David Blunkett, lamenta não ter convencido os juízes a ditar sentenças alternativas nos casos de crimes menos graves. O ministro de Assuntos Constitucionais, Charles Falconer, admitiu antecipar a saída da prisão de alguns presos para aliviar o problema de superpopulação carcerária.A administração de presídios é um dos setores que eram subordinados ao Ministério do Interior e passarão para a alçada do Ministério de Assuntos Constitucionais, que passará a se chamar Ministério da Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.