Reino Unido pode proibir porte de líquidos em aviões permanentemente

Os chefes das equipes que cuidam da segurança em aviões na Grã-Bretanha se encontraram na tarde desta sexta-feira para discutir se a proibição de entrar em aviões com líquidos e outros fluidos deve se tornar permanente. Douglas Alexander, o chefe da Secretaria de Transportes, esteve presente no encontro do Comitê Nacional de Segurança na Aviação, ocasião em que foi discutida a segurança nos aeroportos do Reino Unido.O assunto foi abordado porque nesta última quinta-feira veio à tona a notícia de que a polícia tinha desarticulado um plano terrorista para explodir aviões comerciais na rota Inglaterra - EUA, algo que seria feito com a ajuda de explosivos químicos. Segundo autoridades americanas, os terroristas estavam testando se haveria como levar a bordo materiais explosivos de aparência inocente."Um dos pontos chaves da discussão será como podemos combater o jogo (dos terroristas)", declarou Alexander, segundo informa nesta sexta-feira o The Times. O chefe da Secretaria de Transportes acrescentou que vai se encontrar posteriormente com autoridades européias para discutir as medidas de segurança.Os Estados Unidos e o Paquistão já proibiram a entrada de passageiros em aviões portando qualquer tipo de líquido. A reunião do comitê britânico também vai discutir quanto tempo a proibição de entrar em aviões com bagagem de mão vai durar. "Medidas extremas de segurança serão provisórias e submetidas à constantes mudanças", declarou, nesta manhã, Alexander. Caso seja proibida a bagagem de mão, os passageiros poderão entrar nos aviões carregando, em uma mala transparente, apenas documentos como passaporte, a carteira e comidas para bebês. Se a medida for implantada ela vai representar uma nova fase na segurança aeronáutica, consideram os especialistas.Milhares de passageiros de todas as nacionalidades ficaram esta noite em aeroportos britânicos. Embora a situação tenha melhorado em comparação a da quinta-feira, a operação policial continua provocando cancelamentos e atrasos nos aeroportos. Cerca de 250 pessoas passaram a noite em Heathrow, o aeroporto de maior trânsito da Europa.Foram detidas no Reino Unido 24 pessoas suspeitas de tramarem ps atentados terroristas em grande escala, fruto de uma operação policial cuidadosamente planejada que durou mais de um ano e que, segundo a Scotland Yard afirmou nesta sexta-feira, ainda não foi concluída. Graças à utilização de microfones escondidos e à interceptação de ligações telefônicas, a Polícia soube sobre os planos que superariam os estragos dos atentados de 11 de Setembro de 2001 nos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.