Reino Unido prende cinco jovens em caso de ciberataque contra empresas

Ataques, realizados pelo grupo 'Anonymous', foram direcioados a companhias hostis ao WikiLeaks

Estadão.com.br

27 de janeiro de 2011 | 15h19

LONDRES - Cinco jovens foram detidos nesta quinta-feira, 27, na Grã-Bretanha pelo caso de ciberataques realizados por "Anonymous", o grupo que reivindicou em dezembro ações contras empresas hostis ao WikiLeaks, anunciou a Scotland Yard.

 

Segundo informações da agência de notícias AFP, os cinco jovens, todos homens e de idades que oscilam entre os 15 e 26 anos, foram presos ao mesmo tempo à 1h desta quinta em suas casas em várias cidades da Inglaterra por infringir a legislação sobre crimes informáticos.

 

"As prisões estão relacionadas com ataques recentes realizadas por um grupo online que se denomina 'Anonymous'", disse a polícia e um comunicado.

 

Estas detenções acontecem durante um investigação lançada pela polícia britânica no final de 2010, em conjunto com outras agências da Europa e Estados Unidos, depois que o grupo foi acusado de realizar ataques contra várias companhias.

 

Entre as empresas afetadas pelas ações do grupo estão as companhias de cartão de crédito Visa e Mastercard, o site de pagamentos online Pay Pal, a filial bancária do serviços de correios da Suécia, país que pede a extradição do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, por supostos crimes sexuais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.