Reino Unido se diz preocupado com polícia afegã

O Escritório de Relações Exteriores do Reino Unido afirmou estar profundamente preocupado com a evolução do estabelecimento de uma força policial nacional no Afeganistão. O comentário surge depois de o jornal Independent ter relatado neste domingo que, em uma série de memorandos, as autoridades do Escritório teriam reclamado sobre os padrões de recrutamento - criticando o aspecto físico e a falta de educação dos candidatos, assim como a seleção pouco rigorosa.

AE-AP, Agência Estado

28 de março de 2010 | 12h38

O jornal citou um documento sugerindo que testes contra drogas deveriam ser obrigatórios para a polícia. O Escritório de Relações Exteriores se recusou a comentar os documentos oficiais, mas afirmou que "os desafios para a reforma da polícia são significativos e de longo prazo".

Já o Sunday Telegraph citou um outro memorando no qual o representante especial do Reino Unido na região, Sherard Cowper-Coles, criticou as autoridades de Cabul, chamando-as de incompetentes.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.