Reino Unido se prepara para evitar bomba radioativa

Os portos e aeroportos britânicos vêm sendo equipados com aparelhos especiais capazes de detectar material radioativo, numa tentativa de evitar a entrada no país da chamada "bomba suja", informaram autoridades aduaneiras. Um projeto-piloto utilizou os novos detectores nos três principais portos britânicos - Dover, Felixstowe e Portsmouth - e equipamentos similares serão introduzidos "brevemente" em todos os pontos de entrada da Grã Bretanha.Em fevereiro último, o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, alertou que terroristas tentavam desenvolver uma "bomba suja", um explosivo que contém material radioativo. À época, Blair afirmou: "Quase que diariamente vejo evidências de terrorismo ao redor do mundo, desesperadamente procurando por uma brecha na infra-estrutura de segurança que protege nossa nação e outros países".De acordo com a alfândega britânica, alguns dos equipamentos serão instalados e outros deverão ser móveis. Há cerca de 1.000 pontos de entrada na Grã-Bretanha. O governo liberará cerca de US$ 160 milhões para a segurança e fiscalização de seus portos e aeroportos nos próximos três anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.