Reino Unido terá mais agentes treinados em ataques químicos

O governo do Reino Unido aumentará o número de policiais especialmente treinados para combater um eventual atentado terrorista com substâncias químicas, informou nesta sexta-feira, 29, a emissora BBC.O Ministério de Interior pretende comprar 12 mil novas roupas de proteção para serem usadas pelos agentes em caso de um ataque químico, bacteriológico ou nuclear.Atualmente, cerca de 7 mil policiais - 5% do contingente total do país - estão preparados para reagir a um ataque deste tipo e dispõem dos equipamentos de proteção adequados.Um porta-voz do Ministério de Interior afirmou que a medida "não é uma resposta a nenhuma ameaça específica" e só faz parte de "um processo que já está em andamento".Antes do Natal, o governo britânico já havia convidado algumas empresas a concorrerem pelo contrato de fornecimento das roupas de proteção.A Associação de Chefes de Polícia do Reino Unido (ACPO, sigla em inglês) disse que a decisão "é parte de um programa de investimento sensato".O porta-voz de Segurança Nacional do Partido Conservador (principal força política da oposição), Patrick Mercer, afirmou estar "encantado" com a iniciativa.No entanto, Mercer criticou o fato de o Executivo "estar fazendo isto em dezembro de 2006 e não em outubro de 2001", ano em que a rede Al-Qaeda realizou os atentados contra os Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.