Reino Unido testa rastreamento de criminosos via satélite

O governo britânico começou a testar o que pode vir a ser o primeiro sistema de rastreamento de criminosos via satélite da Europa. O objetivo é fazer com que uma espécie de "prisão sem grades" evite a reincidência criminosa. "O governo está determinado a tomar a dianteira tecnológica em seus esforços para tornar as comunidades mais seguras e garantir um meio mais eficaz de se fazer cumprir as sentenças dos criminosos", declarou o secretário de Interior da Grã-Bretanha, David Blunkett, no lançamento do programa piloto em Manchester, no noroeste da Inglaterra.De acordo com Blunkett, essa será a primeira vez em que tecnologia via satélite será utilizada para controlar criminosos na Europa. O sistema já está em operação em alguns Estados americanos, inclusive na Flórida. O governo britânico alega que o sistema permitirá o rastreamento simultâneo de milhares de criminosos. O programa piloto começará com 120 criminosos que andarão com um transmissor que não pode ser removido atado ao corpo. O sistema é capaz, por exemplo, de detectar se um autor de crime sexual se aproximou de uma escola ou de outra área proibida, e também pode fornecer evidências sobre a localização de um delinqüente no momento de um outro crime do qual possa vir a ser suspeito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.