Rejeição de líderes faz naufragar plano da ONU para o Chipre

O secretário-geral das Nações Unidas, KofiAnnan, disse estar "desapontado" com o apelo dos líderesgreco-cipriota e turco-cipriota para que os cidadãos de Chiprerejeitem nas urnas o plano da ONU para a reunificação do país. O líder turco-cipriota Rauf Denktash, por sua vez, pediuque a ONU adie a realização do referendo, previsto para 24 deabril, segundo o plano de Annan, mas o secretário-geral não deuqualquer indicação sobre um eventual adiamento da votação. Poroutro lado, funcionários da ONU tentavam reunir-se com o lídergreco-cipriota Tassos Papadopoulos, o qual, falando pela TV aopaís na quarta-feira à noite, pediu que os cidadãos votassemcontra o plano das Nações Unidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.