Relações entre Argentina e Brasil estão no melhor momento, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reiterou hoje, em nota de saudação ao povo argentino por oportunidade da posse do novopresidente Néstor Kirchner, que o Brasil e Argentina vivem o melhor momento de suas relações e que, juntos, os dois países terão a oportunidade de avançar no processo de integração regional parasuperar suas dívidas sociais e combater as barreiras protecionistasdos países ricos.O presidente Lula, que participará ao longo do dia de hoje dassolenidades de troca de mando no governo argentino, salientou na nota que "sem vaidades ou rivalidades" construiu nos últimos meses com o presidente Eduardo Duhalde "uma sólida parceria que só poderá progredir com a posse do amigo Néstor Kirchner, que encarna a esperança do povo argentino". "Compartilhamos a mesma visão de que o Mercosul é o caminho necessário para o nosso desenvolvimento. A fraterna relação entre Brasil e Argentina é fator fundamental para consolidar a verdadeira integração política, econômica, social e cultural da América do Sul". Contra o protecionismo dos países ricos, o presidente brasileiro defende uma ação conjunta dos dois principais parceiros do Mercosul."Juntos, teremos melhores condições de combater as barreirasprotecionistas dos países ricos, lutar nos foros internacionais paracriar instrumentos capazes de enfrentar a fome e as desigualdades edefender o multilateralismo", diz Lula na nota divulgada na manhã de hoje na embaixada brasileira em Buenos Aires.Para o presidente Lula, a responsabilidade dos governantes do Brasil e da Argentina vai além das fronteiras dos dois países. "Temos um papel importante a desempenhar no fortalecimento do Mercosul, na integração da América do Sul e no diálogo com toda a América Latina e Caribe". Lula termina a nota reforçando os laços de amizade entre os dois países e desejando "pleno êxito" ao novo presidente Néstor Kirchner.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.