Relatório detalha técnicas de espionagem de agências alemãs

Um relatório será liberado para o público com detalhes sobre os métodos utilizados por agências de inteligência alemãs para espionar e recrutar jornalistas em esforços para impedir vazamentos de informações, segundo o legislador alemão Max Stadler.Partes do relatório vazaram para a imprensa, gerando intenso debate sobre a proibição do governo alemão de que serviços de inteligência espionem jornalistas. O documento inteiro será liberado na sexta-feira, segundo Stadler. Ele é um dos vários membros do comitê parlamentar que examina atividades do Serviço Federal de Inteligência. O relatório aparentemente chega a conclusão de que a maioria das atividades da agência envolvendo jornalistas eram ilegais. O governo afirma que pode ordenar mudanças organizacionais nas agências como resultado da investigação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.