Relatório vê 7,6 milhões de mortes por câncer em 2007 no mundo

Cerca de 7,6 milhões de pessoasterão morrido neste ano em todo mundo por causa do câncer. Ostumores de pulmão -- provocados principalmente pelo fumo --devem causar a morte de 975 mil homens e 376 mil mulheres,segundo dados divulgados na segunda-feira pela SociedadeAmericana do Câncer. Ao todo, cerca de 12,3 milhões de pessoas terãodesenvolvido câncer neste ano, segundo projeções feitas combase em dados da Agência Internacional de Pesquisas sobre oCâncer, ligada à Organização Mundial da Saúde. Cerca de 20 mil pessoas morrem de câncer por dia no mundo,segundo o relatório. A situação está se agravando nos países emdesenvolvimento, onde as mortes por doenças infecciosas e amortalidade infantil diminuíram, fazendo com que as pessoasvivam mais -- e tenham, portanto, mais chance de contraircâncer, disse em entrevista telefônica o epidemiologistaAhmedin Jemal, da Sociedade Americana do Câncer. Além disso, segundo ele, o câncer avança nos países emdesenvolvimento devido à adoção de hábitos insalubres, como otabagismo e as dietas gordurosas. O relatório estimou que 5,4 milhões de pessoas receberão odiagnóstico de câncer em 2007 nos países desenvolvidos e que2,9 milhões de pessoas vão morrer da doença. Nos países emdesenvolvimento, deve haver no ano 6,7 milhões de diagnósticose 4,7 milhões de mortes. Cerca de 75 por cento das crianças com câncer na Europa eAmérica do Norte conseguem sobreviver por cinco anos. Já naAmérica Central, a taxa de sobrevivência em três anos varia de48 a 62 por cento. Entre os homens dos países ricos, os três tipos mais comunsde câncer são de próstata, pulmão e reto; nos países pobres,são pulmão, estômago e fígado. Entre as mulheres, os cânceres mais comuns são de pulmão,mama e reto (países ricos) e mama, útero e estômago (paísespobres).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.