Religiosos marcham contra a violência no México

Em silêncio e vestidos de branco, cerca de quatro mil pessoas marcharam, neste domingo, pelas principais ruas de Monterrey, capital do estado de Nuevo León, na manifestação "a favor da paz e contra a violência".O ato foi convocado por representantes das igrejas evangélica, judia, islâmica, budista, católica, anglicana e mórmon. Uma faixa com a frase "Marcha de Oração pela Paz e os Valores Humanos" foi carregada pelos manifestantes.Em Nuevo León, estado fronteiriço com os Estados Unidos, somente em 2007 foram mortas dez pessoas, sendo seis agentes policiais. O estado registra desde 2006 uma escalada de violência com assassinatos, seqüestros e choques armados entre grupos rivais do narcotráfico."Esta marcha representa uma causa nobre, representa a resposta da sociedade a um fenômeno que castiga a comunidade", disse o governador do estado, José Natividad González Parás.Ao término da marcha, os líderes religiosos oficiaram um ato litúrgico ecumênico no qual convocaram os manifestantes a orar em silêncio durante três minutos para "pedir a Deus sua intervenção protetora".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.