Relógio do Titanic será leiloado este mês

Um relógio de bolso tirado do Titanic com os ponteiros marcando 2h25, a hora do naufrágio do lendário transatlântico, será leiloado no dia 29 de abril, informou neste sábado a casa de leilões Henry Aldridge and Sons. O assessório, de ouro e em aparente bom estado de conservação, pode chegar a ser vendido por até 28.800 euros (US$ 36.000), segundo a organizadora do leilão, com sede em Wiltshire, no sul da Inglaterra, e especializada em objetos do Titanic. "É um dos lotes mais emotivos que já tivemos, especialmente porque os ponteiros estão parados justo na hora em que o barco afundou", afirmou Andrew Aldridge, diretor da casa de leilões, em declarações ao jornal The Times. Segundo Aldridge, a venda do relógio gerou grande interesse, uma vez que o objeto traz "uma prova do momento em que o Titanic desapareceu" sob o Atlântico. O assessório pertenceu a Austin Partner, de 40 anos e corretor da bolsa de Surrey, ao sul de Londres, que viajava na primeira classe e morreu afogado, embora seu corpo e seus pertences tenham sido entregues à sua família. Partner foi uma das 1.523 pessoas que morreram quando o Titanic colidiu contra um iceberg e afundou na noite de 14 de abril de 1912, ao sul de Terranova, no Canadá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.