Relógio em Nova York acompanha o preço da guerra no Iraque

Os nova-iorquinos poderão acompanhar em tempo real o custo da guerra no Iraque. Um "relógio" digital foi instalado na Times Square, começando com US$ 134,5 bilhões (custo estimado até agora pelos responsáveis pelo contador) e será ajustado à taxa de US$ 177 milhões por dia, o que representa US$ 7,4 milhões por hora e US$ 122.820 por minuto. O relógio foi inaugurado pelos grupos Project Billboard e Centro pelo Progresso Americano, este último, liderado por John Podesta, ex-secretário de governo do ex-presidente Bill Clinton. Os responsáveis afirmam que com o dinheiro gasto até agora no Iraque os Estados Unidos poderiam ter implementado 18 projetos para aumentar sua segurança interna e externa, inclusive a criação de duas novas divisões no Exército e a contratação de 100.000 novos policiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.