Renovada, prisão de Abu Ghraib é reaberta

Autoridades iraquianas reabriram ontem uma remodelada prisão de Abu Ghraib, que se tornou sinônimo de abuso sob a ocupação americana, após soldados dos EUA terem filmado a si próprios torturando e humilhando sexualmente prisioneiros iraquianos, em 2004. O local mudou de nome - chama-se agora Prisão Central de Bagdá -, teve as celas reformadas ganhou um centro médico moderno, instalações odontológicas, uma sala com computadores e um pátio com playground e fonte de água para a visita de famílias e até um salão de cabeleireiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.