Tony Gentile/Reuters
Tony Gentile/Reuters

Renzi apresenta nomes de seu governo ao presidente italiano nesta sexta

Novo premiê indicado por Napolitano deve enfrentar voto de confiança no Parlamento na segunda-feira

O Estado de S. Paulo,

21 de fevereiro de 2014 | 09h57

(Atualizada às 15h10) ROMA - O primeiro-ministro designado da Itália, Matteo Renzi, se reunirá com o presidente italiano, Giorgio Napolitano, nesta sexta-feira, 21, e vai apresentar ao chefe de Estado sua lista de ministros do novo governo - entre 16 e 18 -, disse uma fonte do Partido Democrático (PD).

Anteriormente, o primeiro-ministro havia dito que apresentaria o governo ao presidente no sábado. A medida significa que o governo liderado por Renzi, líder do PD, pode ser empossado no fim de semana. Renzi disse que pretende ir ao Parlamento na segunda-feira 24 para submeter o governo a um voto de confiança.

O primeiro-ministro passou os dois últimos dias negociando com seus parceiros de coalizão, principalmente com o líder do partido Nova Centro-Direita (NCD), Angelino Alfano, sobre uma plataforma de governo em comum e as nomeações dos ministérios. Alfano deve assumir, segundo a imprensa italiana, o Minsitério do Interior.

Farão parte da equipe do primeiro-ministro o economista Pier Carlo Padoan, atual vice-secretário geral da Organização para Segurança e Cooperação na Europa, que deve assumir o Ministério da Economia. Padoan afirmou, em entrevista a um jornal econômico, que aceitou a indicação de Renzi.

Beatrice Lorenzin e Mario Lupi devem permanecer nos cargos no Ministério da Saúde e no Ministério de Infraestrutura, respectivamente.

Renzi substituiu Enrico Letta, que renunciou após perder apoio dentro do próprio PD, e prometeu um programa radical de mudanças para enfrentar a crise no país, com reformas nos sistema eleitoral e constitucional nos primeiros quatro meses de governo./ REUTERS e EFE

 

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaMatteo RenziGiorgio Napolitano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.